sábado, 11 de abril de 2009

A vida a dois


É fácil, mas difícil. Tem prazeres e obrigações. Pede e exige. Quem tem, reclama.
Quem não tem, busca.


A vida a dois.
É mais fácil.
É mais difícil.
É somar.
Quando se quer dividir.
É dividir.
Quando se quer somar.


A vida a dois.
Tem muitos prazeres.
Tem muitas obrigações.
Prazer obrigado.
Obrigações prazerosas.

A vida a dois.
Permite ser o que é.
Exige ser o que não é.
É bom.
É ruim.
Apenas. É assim.

A vida a dois.
Produz.
Mais um.
Mais dois.
Mais outros.
Nós substitui eu.

A vida a dois.
Ganha identidade.
É a Marlene do Reinaldo.
Perde identidade.
É o Reinaldo da Marlene.
Reinado.
De poucos súditos.

A vida a dois.
Pede e exige.
Sorri e chora.
Abre e fecha.

A vida a dois.
É amor.
É sexo.
É amor sexual.
É sexo amoroso.

A vida a dois.
Quem tem.
Reclama.
Quem não tem.
Busca.

A vida a dois.
É melhor.
Que vida a um.
Mas viver em um.
É também opção.
Ou não.
Mesmo assim...
A vida segue.

4 comentários:

Ana Carla Barbosa disse...

Isto aqui não é técnica, é inspiração!
Bom texto, professor...
Abraço,
Ana Carla

Reinaldo C. Zanardi disse...

É verdade, Ana Carla. Esse formato está mais para inspiração que técnica, mas há uns "truquinhos" que funcionam. Valeu. Bjo.

Lorena disse...

Você gostou hein, Rei? Me fez voltar a ter uma vida a dois...rsrsrs

Beijos

Alana disse...

a dois é muito mais gostoso, muito mais intenso.
mas sozinho é muito mais para mim e só para mim!
reii adorei o texto meesmo!
beeeeijos =D