quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Que SUSto!

A Creide, aquela minha vizinha, sempre acompanha as notícias na rádia da cidade e, particularmente, ela gosta dos assuntos que tratam do dia-a-dia. Muita gente liga reclamando que a saúde pública não funciona, que falta isso, que falta aquilo. As vozes na rádia não perdoam.

__É verdade, eu demorei um ano e meio pra conseguir uma consulta.
__Minha tia precisa de um exame faz uns oito meses.
__Ai como pobre sofre! Só por Deus mesmo!
__Esse sistema não presta! Tinha que acabar com o SUS.

Nas últimas semanas, a Creide não está entendendo coisa alguma. É que os ouvintes da rádia estão ligando para reclamar da paralisação dos médicos nos hospitais de Londrina. As mesmas vozes voltam a ser impiedosas.

__É um absurdo fazer greve.
__Vocês viram, eles lacraram as portas dos hospitais. Nunca vi isso em Londrina.
__E o atendimento para quem precisa do SUS?

E a Creide na sua simplicidade faz perguntas profundas.

__Se o SUS não funciona por que Londrina ficou apavorada com a suspensão do atendimento médico nos hospitais? Não entendi essa.

A Creide é uma sábia mas não sabe disso.

E o atendimento médico me lembra que eu precisava – dia desses – de uma consulta com um neurologista. Liguei para o consultório de um profissional e ele tinha vaga somente para abril do ano que vem.

Como não pude esperar, consegui consulta com outro para 15 dias depois. Cheguei na hora marcada e o atendimento estava atrasado. Esperei por quase duas horas e o atendimento na sala foi rápido, menos de 15 minutos. Mal fez um exame físico e pediu um monte de exames, que o convênio vai ter que aprovar, auditar, controlar. Vai um tempo ainda para eu saber o diagnóstico.

Mas enfim... nem reclamei. Na sala do consultório tinha TV a cabo, ligada na Globo e passava a Sessão da Tarde. Além disso, tinha a Caras com o réveillon de 2006. Acho que foi por isso que tive a sensação de ter sido bem atendido.

3 comentários:

Guilherme Palma disse...

ahah essa foi boa esperou mas teve atendimento 5 estrelas

Ana Carla Barbosa disse...

SUScesso! haha!
Eu prefiro mil vezes ser atendida numa U.B.S a ser atendida pelo meu convênio na Unimed. Sempre me exigem longos prazos de espera para consulta e burocracia que não acaba mais. Outro direito me agrada muito: exames e medicação sem outros custos além dos impostos que pago.
Existem falhas no SUS? Muitas!
Mas pq criticamos apenas o público e quase nunca o privado?

Bruno Maffi disse...

vida longa ao Rei!!! Continuo pontuando que o pobre não conhece champagne por isso toma cidra e fica feliz... assim é com o sus... resolve,,, mas não é *****... temos que repensar nossos convênios então, se não são bons suficiente. Não é questão de comparar. é questão de pelo menos entender que deveria ser melhor. ambos... UNIMEDssss, HOspitaLARES e o famoso SUS (to)

Adeus Rei.
Mande um abraço e um beijo para a rainha para mim...