sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Forest cagueitor


Muitos amigos são desprendidos da matéria e amam acampar em qualquer lugar, de preferência longe da civilização pouco civilizada. Alguns até se arriscam a me convidar para a aventura no estilo Indiana Jones. Eu aceito com algumas condições: chuveiro quente, vaso sanitário e cama. Até abro mão deste último, mas não dos dois primeiros. E é ai que entram os desentendimentos.

__Onde já se viu? Chuveiro e vaso sanitário! Isso não é acampar. Então vai para um hotel, pousada, seu fresco!

__Fresco eu?

Particularmente prefiro outro adjetivo que me parece mais apropriado: sofisticado. Se bem que esse elemento lingüístico também tem uma porção significativa de frescura.

Enfim, não tenho nada contra aventuras no meio da floresta, da selva, da mata, da quiçaça ou qualquer que seja o substantivo para conceituar aquele monte de árvores úmidas e mosquitos servidos a la carte e self service.

Gosto de trilhas, cachoeiras, tirolesa, sobe-desce morro, arborismo. E qual o problema ao final do dia, depois de uma maratona selvagem (se bem que nunca chega a tanto!), de tomar um banho quente e usar um vaso sanitário?

E os problemas das pessoas sofisticadas (frescas - como diriam nossos
highlanders) acabaram! Descobri um dispositivo que vai fazer evoluir as estruturas dos acampamentos rústicos: o forest cagueitor.

Não se trata de brincadeira. O modelo da foto (de minha autoria - a foto é claro - comprova aos incrédulos) está em exposição num fundo de vale no caminho que faço todos os dias para o trabalho. É uma maravilha. Dou o Nobel de Ciência ao inventor deste importante EPI - Equipamento de Privacidade Intestinal.

E aos meus amigos highlanders, um aviso.

__Cagar no mato nunca mais vai ser do mesmo jeito.

6 comentários:

!! MeNiNa dE aMaRaLiNa !! disse...

Boa Rei!!! Hehehehe
Mas por um acaso você anda se aventurando por aí em algum matinho é? Rs.... saiba que eu aqui sou apaixonada por aventuras como trilhas ou outras cositas más. Não se esqueça de me chamar da próxima vez! E eu não ligo pra banheiro ou banho quente não! hehehehe saudade Rei! bejins

Carina Freitas disse...

oi Reinaldo!
adorei sua ideia do Forest!
Concordo com suas exigências: Não saio de casa sem um chuveiro decente, vaso sanitário e não abro mão da cama não, ahahah

um beijo!
Saudades

Reinaldo C. Zanardi disse...

É Fernanda, se aventurar no meio do mato é bom mesmo com todas as interpretações possíveis. Hahahaha

E Carina, como diz a dona Ana e o seu Jorge: é isso aííííííííííííííííííííííí. Não dá pra abrir mão de certas coisas. Você está certa.

Danilo disse...

Organizações Tabajara!!!

Rei, uma vez o Casseta e Planeta fez um concurso e ganharia quem mandasse a invenção mais criativa pra produto das Organizações Tabajara. Quem ganhou foi um cara de Cornélio, que inventou um sabonete que pula, pra quando for tomar banho vestiário, se o sabonete cair, não precisa se abaixar.

Se você tivesse mandado essa ideia do Forest Cagueitor pra eles, teria ganhado!!! Muito bom!

kkkkkkkkk

Acorda Londrina disse...

Olá!

Uma das melhores maneiras de termos acesso em nossos blogs e a parceria, pois de nada adianta ter uma página com ótimos textos, vídeos e imagens se ninguém acessar, é como fazer um espetáculo e não ter platéia!

Pensando nisso estou abrindo meu blog para parcerias
http://acordalondrina.blogspot.com/


Para ser parceiro:

1º Coloque o link do blog na sua página com o Título: Acorda Londrina
2º Avise via comentário, ou e-mail que colocou o link!
3º ASSIM que identificar o link na sua página imediatamente colocarei o seu na minha...

Parceria concluída!

O blog "Acorda Londrina" esta caminhando em suas postagens, pois ainda não tem uma programação definida e o template esta em fase de teste, mas assim que tiver tudo ok o blog começa com as publicações diárias!

Conto com o apoio dos futuros amigos blogueiros
Um forte abraço e sucesso!

Paula disse...

Adorei o dispositivo que vc descobriu. Eu tb não sou mto chegada a aventuras no mato, mas não porque não tem chuveiro quente e vaso sanitário. É que só de pensar na possibilidade de me deparar com uma cobra ou otro animal do gênero já me faz desanimar do passeio. Acho que sou fresca tb. Ou melhor: sofisticada
Beijos =)