quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Velha de minissaia

A moda é uma coisa muito interessante mesmo. E o aspecto mais fascinante - na minha opinião não especializada - é a democracia. Ela aceita tudo mesmo. Qualquer coisa. Pena que os usuários, as usuárias principalmente, perdem o bom senso quando o assunto é combinação.

Amiga de longa data estava espantada dia desses. Ela queria porque queria um vestido no melhor estilo up, mas casual (acho que é assim que os colunistas sociais escrevem). Significado de up? Não interessa, o que importa é ser up.

Pois bem... ela subiu e desceu todas as lojas do centro da cidade. As promotoras de vendas - falar vendedora não é up - deram muitas sugestões. Acharam-na uma pobre metida à besta, mas isso também não é up. Enfim...

Cansada, mas insistente, ela foi ao shopping... Desceu todas as prateleiras e não encontrou o tal vestido up casual. Até que por insistência de uma promotora de vendas - falar vendedora não é up - ela acabou experimentando uns modelos que faziam a linha balonê (ai! se os colunistas sociais me lessem), com manguinhas fru-fru, rendas no colo e uma fita bem, mas bem larga, na cintura. O comprimento? Curtinho é claro.

Pois bem, ela quase surtou naquele provador pequeno e pouco iluminado. Acho que é para a consumidora não se ver direito. Porque se enxergar, não compra. Depois de experimentar os modelos, chamou a promotora - não vou escrever novamente que falar vendedora não é up porque está cansando - e travou o seguinte colóquio.

__Você não tem modelo para mulher?
__Esses modelos são para mulher e são a última moda!
__Em Marte? Estou falando para mulher madura, não modelo de menininha.
__Mas esses modelos são comprados pelas nossas clientes mais velhas, muitas com mais de 45 anos.

__Mas isso me lembra velha de minissaia!
__Como assim?
__Velha de minissaia. Imagine a sua avó... ahn...

Ela pensou melhor e resolveu mudar de exemplo, vai que a avó dessa...

__Imagine a Fernanda Montenegro de minissaia. Orna? (Meu Deus, de onde ela tirou esse verbo?)
__Quem é Fernanda Montenegro?
__Aquela atriz brasileira ma-ra-vi-lho-sa que fez Central do Brasil... foi indicada ao Oscar...
__Ah... não conheço, mas se ela vestisse esse modelo ia ficar show.

Só se for para um personagem com problemas psiquiátricos. Ela pensou, mas não falou.

__Já vi que você não tem nada pra mim aqui. Agradeço muito a sua atenção.
__No final de semana vamos receber mais modelitos. Passe por aqui.

__Pode deixar...

Ela saiu da loja se sentindo a pior das mulheres. Imaginou que faria uma revolução (pretensióóóóóóóóóóósa!!!) no mundo da moda, fazendo moda para gente normal. Ela diz que a roupa tem idade, ou seja, cada idade pede um jeito de se vestir e assim você acha seu próprio estilo. Como a moda é democrática, cada um usa o que quer, mas convenhamos...
velha de minissaia! nem a Fernanda Montenegro fazendo uma psicótica.

2 comentários:

artigosemvalor disse...

ahah
essa foi boa Reinaldo
o importante é ser Up.
Eu nunca entendi a moda.

Ana Carla Barbosa disse...

Fernanda Montenegro de psicótica - curti a idéia!