sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Inquietudes (32) do Rei

Em tempos militares,
contra a opressão oficial
que mata!
Que tortura!
Que faz desaparecer!
Não bastam flores.
É preciso ação coordenada.
Contra a repressão oficial,
diálogo e pedido de paz não aliviam...
o peso do coturno sobre o pescoço.

Nenhum comentário: