sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Inquietudes (49) do Rei

Por que as novelas repetem os ingredientes de sempre? 

Há uma vilã ambiciosa e mau caráter que se dá bem o tempo todo e só se fode no final. 

Há uma protagonista insossa que é enganada o tempo todo. Vai ser boazinha e besta assim na novela!

Há personagens estereotipadamente preconceituosos que fazem graça - com os outros - o tempo todo.

Há o ingrediente principal: o telespectador. 

Esse consome a mesma coisa como se fosse novidade, sofre com a insossa da protagonista, tem raiva da vilã mau caráter (em muitos casos, o telespectador faz o mesmo), ri com os preconceitos e estereótipos, e engorda a audiência aumentando os lucros exorbitantes das redes de TV.

Ôh falta de originalidade! Será que a audiência não entenderia roteiros mais criativos e inteligentes?

PS. Se novela é coisa do capeta, como dizem os religiosos radicais, o telespectador anda frequentando a antessala do inferno.

3 comentários:

Guilherme Palma disse...

Sou totalmente a favor Reinaldo. É um ciclo vicioso. O telespectador assiste o lixo e da força, no entanto a TV nao da opcao e o telespectador acaba assistindo. Mas eu me recuso a botar a culpa somente na emissora, nao tem opcao eu nao assisto. Se eu consigo , muitos podem conseguir e assim forcar os produtores a elaborarem melhor a programacao

Bruxices tolas disse...

Pois é, Rei, a antessala está lotada... mas as novelas daqui são boas comparadas com as de outros países (México, Eua,...). Imagine uma novela no ar desde 72! Sem renovação de enredo, só de casting (pq os cara vão ficando velhos!!!!!)

Anônimo disse...

Concordo em gênero, número e grau professor...