quinta-feira, 28 de abril de 2011

Inquietudes (71) do Rei

Se alguém sente inveja de você é porque você ostenta o objeto ou a característica invejada. Ser inzibido tem os seus preços.

Inquietudes (70) do Rei

Em pleno século 21 tem mulher sonhando com o casamento da futura princesa da Inglaterra Kate Alguma Coisa. Até parece que essa mulherada está procurando um príncipe encantado. Vai carpir uma data porque príncipe até pode existir, mas encantando nunca!

Inquietudes (69) do Rei

Ser justo não significa, necessariamente, ser bonzinho e muito menos agradar.

Trabalho em grupo

O professor está empenhando em passar aos alunos as regras para a produção de um trabalho em grupo.

__Vocês devem fazer o trabalho em trio, usar a bibliografia citada, incorporar as reflexões feitas em sala de aula e formatar conforme as regras da ABNT.

Sempre tem num grupo, aquele engraçadinho que quer levar vantagem e acha que vai enganar o professor. Ele levanta a mão e pede.

__Professor, podemos fazer o trabalho num grupo de quatro?

Ironicamente, sem pensar duas vezes, o professor responde.

__Claro que pode. Vocês podem fazer o trabalho de quatro, em pé, sentado ou deitado, mas tem que ser em um grupo de três pessoas. 

Fim da aula!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Inquietudes (68) do Rei

Com os últimos episódios de violência na escola - o ponto alto é Realengo, no Rio de Janeiro - a comunidade escolar (pais, professores e dirigentes) se deu conta de que a escola faz parte da sociedade.

Não tem como  parar o mundo para entrar na sala de aula e absorver apenas parte do conhecimento formal. A vida
atravessa os portões da escola e leva junto todos os problemas.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Creide, Creusa, Creonice e Clarice

Creide tem duas irmãs, a Creusa e a Creonice.

As três são vizinhas - de poucos dias - de Clarice.

E Clarice chama as irmãs de Cleide, Cleusa e Cleonice.

Ela acha que está errado o erre, que é jeito de gente simples falar. 

Creusa e Creonice querem corrigir Clarice, mas estão sem jeito.

A Creide é meio encardida e arranjou uma forma de fazer a correção.

Ontem, a Creide ia saindo de casa quando viu a Clarice e não perdeu a chance.

__Bom dia, Crarice, como vai?

__Vou bem, obrigada. Cleide, mas o meu nome é Clarice e não Crarice.

__Ah bom! Então... o meu nome é Creide e não Cleide.

O tênis e a internet

"Finalizar a compra."

Click! Agora é só esperar a encomenda. Quem dera!

Ele queria um par novo de tênis e optou por uma compra on-line. No final de dezembro de 2009, mais precisamente no dia 30, ele acessou um site conhecido de compras pela internet, escolheu um modelo em promoção. Finalizou a compra. No mesmo dia, recebeu um e-mail confirmando a transação.

No dia seguinte, dia 31, ele recebeu outro e-mail em que a empresa afirmava que o produto fora entregue à transportadora.

__Oba! Vai chegar no prazo.

Que nada! No mesmo dia, ele recebeu outro e-mail da empresa.

__Comunicamos que o pedido já deixou o nosso Centro de Distribuição. No entanto, devido a problemas operacionais do nosso transportador, poderá haver atraso na entrega. Informamos que já tomamos as medidas necessárias para minimizar ao máximo esse atraso.

A entrega estava prevista para o dia 12 de janeiro.

No dia 12 de janeiro o produto não foi entregue. No dia 13, ele escreveu pelo site da empresa pedindo informações. Como resposta.

__Em atenção ao seu contato, verificamos que seu pedido tem nova previsão de entrega para dia 16/01 devido a uma falha operacional.  Pedimos gentilmente que aguarde.

Ele gentilmente aguardou e no dia 16/01, nada. Escreveu no dia 17/01 e recebeu nova resposta.

__Em atenção ao seu contato, verificamos que seu pedido tem nova previsão de entrega para dia 19/01/2010. Pedimos gentilmente que aguarde.

Ele gentilmente aguardou e no dia 19/01, nada. Escreveu no dia 20/01, reclamando o não recebimento do tênis. Recebeu como resposta um novo prazo. A entrega seria efetuada no dia 22/01. O prazo não foi cumprido mais uma vez.

Cansado da espera e do não cumprimento dos prazos, ele quis cancelar a compra no dia 25/01 e recebeu como resposta.

__Informamos que seu pedido está em processo de devolução ao nosso estoque devido a problemas com a transportadora. Em contato com o nosso agente de transporte, nos foi passada a informação de devolução até 12/02. Assim que retornar, providenciaremos o cancelamento e posteriormente o reembolso ou reenvio. Pedimos que aguarde este prazo.


Ele não aguardou o prazo e registrou uma reclamação junto à administradora do cartão de crédito. E nova novela começou. Inicialmente, a administradora providenciou o cancelamento da compra com o estorno dos valores. Ele disse que enviaria os e-mails que comprovavam a não entrega do produto. A atendente disse que não precisava. Alguns dias depois, ele recebeu uma carta da administradora pedindo os documentos solicitados e que se não fossem enviados, os valores seriam debitados no cartão novamente.

__ Eu pedi para enviar os e-mails da empresa e disseram que não precisava e agora recebo uma carta ameaçadora. É brincadeira de mau gosto! Se não bastasse a empresa fraudadora, tenho agora problemas com o cartão de crédito.

Mesmo assim, ele enviou os documentos. E qual a surpresa? Os valores foram novamente debitados. Os documentos enviados foram extraviados na administradora do cartão de crédito. Ele novamente fez contato e enviou novamente os documentos e depois de alguns dias, os valores foram estornados da fatura do cartão.

Enquanto isso, os problemas com a empresa que não entregou o tênis continuaram. Lembram que no dia 12/02, o produto retornaria ao estoque da empresa que poderia cancelar a compra? Pois bem, o produto não retornou. Em resposta ao contato telefônico no dia 13/02, uma atendente disse que não poderia fazer nada, até o produto voltar ao estoque. Ele xingou, rogou umas pragas e desligou o telefone na cara da atendente.

No dia 16 de março, ele reclamou mais uma vez pelo site da empresa afirmando que o episódio não havia sido concluído.

__Comprei o produto listado e não foi entregue. A autorização da compra foi no final de dezembro passado. Vcs deram vários prazos e não cumpriram. O último foi 12/02 para a transportadora devolver para o estoque e cancelar a compra. Quero o cancelamento e que vcs comuniquem meu cartão de crédito. Estou me sentindo lesado. Estou, inclusive, verificando as possibilidades judiciais cabíveis para esse caso de desrespeito e lesão ao consumidor. Se essa empresa for realmente séria e quiser resgatar a confiança que já tive vai proceder desta forma: informar o cartão de crédito para estornar os valores.
__Em atenção ao seu contato, informamos que encaminhamos uma solicitação ao departamento de Entregas, pedimos gentilmente que aguarde um novo posicionamento em até 1 dia útil. Nossas sinceras desculpas por qualquer transtorno ocasionado. Desde já agradecemos pela compreensão.

Ele aguardou mais de um dia útil. E nada! Em 05/04, ele escreveu.

__ Isso não é tratar o cliente com seriedade. Estou movendo uma ação junto ao meu cartão de crédito para o cancelamento desta compra e verificando as medidas judiciais cabíveis contra a empresa.

A resposta veio no dia 13/04.

__Encaminhamos, nesta data, solicitação de estorno à administradora do seu cartão, referente ao cancelamento da compra do produto. O crédito aparecerá na próxima fatura ou na subsequente, dependendo do prazo de fechamento desta, que obedece às regras da administradora. A solicitação de estorno não exclui a coleta do produto, caso ainda não tenha ocorrido. Encaminhamos abaixo, para seu conhecimento, carta de cancelamento enviada à administradora.

Finalmente, depois de quatro meses, a novela chegava ao fim. Quase ao fim!

No dia 22/09. Isso mesmo, mais de cinco meses depois de a empresa comunicar o cancelamento da compra e nove meses depois de efetuada a compra que não deu certo, ele recebeu um aviso de cobrança da empresa.

__Informamos que recebemos da administradora do cartão de crédito, em que a compra foi efetuada, aviso de contestação da transação. Ou seja, a administradora está informando que o titular do cartão não reconhece a transação. [transação cancelada há mais de seis meses] Em virtude do exposto acima, o pagamento do seu pedido foi cancelado. Logo, a empresa não recebeu por esta transação. Estamos com esta pendência em nosso sistema, acreditamos que tenha acontecido um engano e estamos nos colocando a sua disposição, para resolver esta situação sem qualquer encargo ou juros. Favor entrar em contato o mais rápido possível (em até 48 horas), para tratarmos a respeito do pedido.

Ele não tinha mais paciência e muito menos gentilezas.

__Esse é algum tipo de brincadeira sem graça de quem não tem o que fazer? Esse produto eu comprei no final de dezembro e vcs não cumpriram os  cinco prazos que deram. Eu cancelei essa compra porque fui enganado e o produto não foi entregue. Como os valores foram cobrados, movi uma ação no meu cartão de crédito para estornar os valores. Me deu muita dor de cabeça, mas consegui resolver. Antes de vc escrever para mim, deveria consultar o seu sistema. Basta vc verificar quantas vezes entrei em contato com todos os protocolos gerados dos atendimentos. Se vcs tiverem as gravações das ligações verão o quanto fui enganado nesta compra mal-sucedida. Tenho tudo arquivado, inclusive o último e-mail de vcs cancelando definitivamente essa transação, e encerrando de vez meu relacionamento com essa empresa. Repito tenho tudo arquivado para eventual ação na justiça.

A empresa ainda escreveu uma última vez.

__Sr. Reinaldo Zanardi, confirmado o extravio da mercadoria. Por gentileza nos desculpe pela cobrança indevida.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Inquietudes (67) do Rei

Por que as pessoas que ouvem som com decibéis muito - mas muito - acima do limite do bom senso nunca ouve música de qualidade?

sábado, 16 de abril de 2011

Aprendendo a ser pai

Ser pai é gratificante.
Choro.
Alegria.
Apreensão.
Sossego.
É preciso vontade para ser pai.
Muito trabalho.
Muita felicidade.
Muito erro.
Muita descoberta.

Ser pai é gratificante.
Educar.
Repreender.
Educar.
Amar.
Educar. 
Ensinar.
Educar. 
Corrigir.
Educar.
Aprender.

Há 11 anos, estou aprendendo a ser pai.
Parabéns Otávio.
Obrigado meu filho!

Minha estação preferida

O outono é a minha estação preferida.
Ela reúne em si mesma as outras três.
Dias frios aquecem o casaco com cheiro de guardado.
Dias quentes pedem sorvete e suco gelado.
Dias coloridos exibem muitas flores. 

O outono é a minha estação preferida.
A temperatura é dúbia.
À sombra, frio.
Ao sol, calor.
O casaco está confuso.

O outono é a minha estação preferida.
O ar mais seco reflete mais a luz. 
A noite começa mais cedo.
Os cheiros, mais intensos.

O outono é a minha estação preferida.
Para isso, não tem explicações profundas,
apenas preferência.
Porque 
o outono é a minha estação preferida.

Inquietudes (66) do Rei

Por que a maioria das mulheres - depois que passam dos 40 anos - ficam loiras?

terça-feira, 12 de abril de 2011

Sobre escola e perversidade

Nada justifica a violência e o massacre na escola de Realengo, no Rio de Janeiro. Mas o fato de o atirador ter escolhido a escola como alvo é sintomático. Por que ele abriu fogo contra estudantes numa escola? Buscar explicações ajudam a entender o que aconteceu e a prevenir novos massacres. Claro! tomara que não vire moda.

Não tenho pretensão em traçar o perfil psicológico - ou psicopatológico - do atirador de Realengo, mas de levantar algumas questões para reflexão. Por isso vou generalizar as situações, lembrando que a exceções belíssimas que deveriam ser, naturalmente, a regra.

As públicas que estão desestruturadas têm professores desestimulados, sem condições de trabalho e que não dão conta de lidar com a realidade: crianças e adolescentes em famílias destruídas, sem valores nem perspectivas de vida. Apegados à estabilidade no serviço público, levam o ensino como consegue, transferem a responsabilidade e a culpa é sempre do governante.

As escolas privadas que visam a inserção do aluno na universidade pública -para fazer publicidade do seu cursinho vestibular - privilegiam o acúmulo do conhecimento em detrimento das relações. Muitas escolas chegam a dividir as turmas entre as boas - segundo o padrão para passar no vestibular - e as chamadas problemáticas, ou seja, jogam para debaixo do tapete quem mais precisa de atenção. A escola é campeã em rotular e estigmatizar.

Na minha vida escolar presenciei professores esforçados para ensinar alunos inteligentes e os que mais precisavam do acompanhamento não tinham o mesmo esforço do professor. É difícil ensinar os que mais têm dificuldade e vejo isso na prática, hoje, como professor universitário. Mas não é esse exatamente o desafio da relação ensino-aprendizagem?

O período escolar é rico para as crianças, mas é também um tormento na vida daqueles que estão fora do padrão, seja de beleza seja de status social. Neste sentido, a escola é um local de perversidade que muitas vezes conta com o apoio institucionalizado de professores, coordenadores e diretores. A escola infelizmente estimula muito a competitividade e na ânsia de ganhar, muitos atiram para todos os lados.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Inquietudes (65) do Rei

Médicos que atendem por convênios de saúde realizam hoje (dia 7) uma manifestação em todo o país. Eles reclamam do valor da consulta repassado pelos planos. E a data não podia ser melhor: 7 de abril - Dia Mundial da Saúde.

A manifestação consiste em não atender os conveniados e segurados, ou seja, vão negar atendimento pelo plano com o qual os médicos mantêm contrato, ou seja, sem saúde no Dia Mundial da Saúde. Isso pode ser caracterizado como formação de quadrilha?

terça-feira, 5 de abril de 2011

Inquietudes (64) do Rei

Jesus Cristo nu anda causando polêmica na Espanha. Trata-se de uma escultura, que foi encomendada pela prefeitura de Medina del Campo, ao escultor espanhol Ricardo Flecha.

Conforme reportagem da
Folha de S. Paulo, "a peça que mede 2,45 metros de altura está sendo exibida ao público no Museu da Cidade, de onde sairá no próximo dia 9 de abril em procissão."

É isso mesmo, o Cristo vai sair do museu e dar o ar da graça publicamente. E como não poderia deixar de ser, o Cristo - sem roupas - está enrolado em polêmica. Uns defendem a obra; outros a atacam. Jesus Cristo é Jesus Cristo. Obra de arte é obra de arte. O resto é interpretação.

sábado, 2 de abril de 2011

Inquietudes (63) do Rei

As recentes declarações do deputado federal Jair Bolsonaro contra gays tem como pano de fundo a proteção à família enquanto instituição, que zela pela moral e pelos bons costumes (que merda é essa?).

Muitos que atacam os direitos civis homossexuais atestam que os gays destroem a família. Tenho uma inquietação inquietante. Os homossexuais não são filhos e criados em famílias? Existe um conceito ideal de família?

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Mais um dia...

O mundo está um lugar melhor para se viver.
Não há violência.
Não há preconceito.
Não há discriminação.

Há emprego para todos.
Há vagas na educação para todos.
Há famílias para todos os filhos.

Países ricos ajudam países pobres.
Interesse coletivo move as intenções.
Ser humano está mais humano.

Sonho?
Realidade?

Fatos?
Boatos?


__Que dia é hoje?
__Hoje é dia 1º de abril.