sexta-feira, 13 de maio de 2011

Buracos de rua de estimação

Ele acordou feliz hoje e foi para o trabalho como faz todos os dias.
Usa sempre o mesmo roteiro: as mesmas ruas e avenidas.
Na esquina onde ele dobra para deixar o filho na escola, um susto.
O buraco de rua foi coberto com massa asfáltica.

A tristeza é exatamente por isso.
Ele viu aquele buraco de rua nascer, crescer e crescer muito.
Ele nutria muitos sentimentos pelo buraco de rua, sempre desviava cuidadosamente.
Aquele buraco tinha personalidade, era um típico formador de opinião.
Todo mundo que passava por ele xingava o secretário de obras, o prefeito, a mãe do prefeito.

Agora, o buraco não existe mais.
Uma mancha anuncia que ali jaz um buraco de rua.
Mas ele se consola.
Outros buracos nascerão, crescerão e se desenvolverão pelas ruas que ele cruza todos os dias.
Ele ainda poderá nutrir muita estimação pelos buracos de rua.

2 comentários:

Wilson Sanches disse...

Massa asfáltica no buraco dos outros é refresco. rsrsrs
Me fala onde é esse lugar abençoado que estão tapando buracos.

Wilson Sanches disse...

Massa asfáltica no buraco dos outros é refresco. rsrsrs
Me fala onde é esse lugar abençoado que estão tapando buracos