terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Ele tem um sonho

Que a saúde não seja apenas um direito, mas uma realidade.
Que o acesso à educação não seja apenas um direito, mas uma necessidade básica atendida.
Que a moradia não seja um privilégio.
Que a legislação seja aplicada a todos, sem distinção.
Que o emprego seja uma realidade, não uma estatística nas páginas de economia.
Que não haja preconceito e discriminação.
Que os diferentes tenham convivência e respeito mútuo.
Ele sabe que não sonha pouca coisa.

Nenhum comentário: