domingo, 12 de fevereiro de 2012

Tucanos e petistas


Eles são amigos e têm boa convivência. Cardoso é casado com Stelamária. Silva é casado com Stelamárcia. Elas são irmãs e filhas de dona Aparecida. Quando o assunto é política, a casa da sogra - no churrasco de domingo - vira um palanque eleitoral.

Cardoso é tucano. Silva é petista. As diferenças ideológicas afloram entre uma linguicinha e um pedaço de picanha. Com a privatização dos aeroportos de Campinas, Guarulhos e Brasília, pelo governo de Dilma Rousseff, o debate pega fogo à beira da churrasqueira.

__Silva, o PT não pode mais falar mal das privatizações do PSDB. Ele se apropriou do modelo econômico tucano e agora repete a fórmula das privatizações de FHC.
__Cardoso, meu cunhado, você anda lendo muito o Reinaldo Azevedo e o Merval Pereira. Primeiro, o PT aperfeiçoou o modelo econômico, fez o Brasil crescer e investiu no brasileiro, com preferência para os po/...
__Preferência para os pobres? Como, se os banqueiros nunca tivessem ganhado tanto como nos governos petistas. Quer uma caipirinha?
__Não obrigado e não mude de assunto. No governo Lula, os pobres passaram a comer mais, a viajar mais, a consumir mais, a entrar mais na universidade. E o PT não privatiza, concede o serviço público à iniciativa privada. Corta essa picanha aí pra mim...
__E vem você com essa nova linguagem. O PT sequestra até as palavras. Como a privatização do PT é diferente do PSDB?
__Cardoso, sequestro de linguagem? Que foi que atucanou o português? Se você lesse blogs e não apenas jornalões e revistinhas como Veja, a Folha e o Estadão, veria o que o Rui Falcão, presidente do PT, disse. Abre aspas.

"Nós não confundimos concessões com privataria. Faz parte da história do PT: há muito tempo temos concessões de rodovias. As concessões fazem parte da Constituição e o PT nunca votou contra a concessão de serviços públicos, tanto que o transporte coletivo na maior parte das cidades governadas pelo PT e por outros partidos é objeto de concessão e o transporte é um serviço público"

__Mas Silva, isso é tapar o sol com a peneira. Privatizar e conceder à iniciativa privada são a mesma coisa. Isso que dá, você lê esse Paulo Henrique Amorim e a Carta Capital e fica se achando. O que o PT fez foi estelionato eleitoral. Bem que disse, o senador Álvaro Dias. Abre aspas.

 "O PT acabou. Com as suas bandeiras foi sepultado. Poderia se afirmar que houve estelionato eleitoral. Na campanha o PT dizia que o adversário privatizaria o país, o PT jamais. Privatizações jamais. No entanto, é o PT que privatiza."

__Álvaro Dias? Se bem que ele entende de estelionato eleitoral. Você se lembra que ele assinou a CPI da corrupção do Governo FHC, teve que deixar o PSDB. Foi para o PDT, concorrer ao governo do Paraná? Perdeu para o Requião e depois voltou para o PSDB?
__Não mude de assunto, Silva. O PT perdeu suas bandeiras.
__Cardoso, o problema não é o modelo de serviço: próprio ou terceirizado. O foco deve ser a gestão desse modelo.
__Silva, mais uma vez você querendo vender gato por lebre. Passa a linguiça...
__Veja bem... o FCH vendeu a Vale, as empresas de telecomunicação. Para onde foi o dinheiro? Tem até um livro "A Privataria Tucana" que prova a orgia com dinheiro público gerado nas privatizações tucanas. Agora, o PT concede a exploração dos serviços públicos dos aeroportos para empresas privadas. O governo garante que o dinheiro arrecadado vai ser investido na própria malha aeroviária e, como concessão, o governo estabelece regras e metas para que sejam cumpridas. A concessão pode ser revista, já a venda... vou pegar uma cervejinha, quer uma?
__Quero. O PT é hipócrita e tem nas palavras, um jogo para explicar e justificar que mudou de discurso e ideologia no decorrer de sua histó...

Neste instante, dona Aparecida - a sogra - interrompe o debate ideológico-eleitoral.

__Eu não entendo nada do que vocês estão falando, mas a comida está servida. Fiz a maionese que vocês dois adoram.

Nenhum comentário: