sábado, 24 de março de 2012

Evangelistas e celebridades

Padres cantores não são prerrogativas da atualidade. Eles fizeram história na igreja. Evangelho cantado. Palavra de Deus em ritmos. Oração musicada. Poderia estabelecer dois tipos de padres cantores: os padres-celebridades e os padres-evangelistas.

Na primeira categoria estão aqueles que se coçam ao ver um microfone, um holofote. Eles passeiam pelas revistas e programas de TV com a mesma desenvoltura ao celebrar uma missa. São padres bonitos, elegantes, vaidosos. Não será por acaso se receberem convite para posar nus. A tentação do padre-celebridade. A exultação da imagem.


Os padres-evangelistas são aqueles que não esqueceram sua missão. Deus ainda é maior que eles. Jesus ainda é o norte. Pregar o evangelho ainda é a tarefa. Nesta categoria cito, como exemplo, o padre cantor Zezinho. Sua voz não é modelo para gravadoras. Ele não é um homem bonito. E sua música é maior do que ele próprio.


Em "Paz Inquieta", Pe Zezinho mostra que a inquietação humana é "feita de trevas e luz". A contradição e as tentações nos cercam cotidianamente. E quando elas surgem a quem servimos?
Com a palavra e a música, Pe Zezinho.

Eu trago esta paz inquieta, feita de trevas e de luz

Desde que eu sigo os caminhos de um profeta chamado Jesus
Na treva eu me sinto inquieto, na luz eu me sinto capaz
E pelos caminhos do mundo eu sigo inquieto, mas vou em paz
Inquieto pelo inocente, pelo culpado também
Triste por ver tanta gente que não sabe o que a vida contém
Inquieto pela injustiça, que eu vejo aumentar e doer
Inquieto por esta cobiça, que não deixa o meu povo crescer
Em paz pelos homens justos, que por saber e sonhar
Pagam com preço de sangue a coragem de não se calar
Em paz pela esperança, que faz esta vida valer
Em paz por quem nunca se cansa de os caminhos da paz percorrer
Em paz pela juventude, pelos adultos também
E por aquelas virtudes que meu povo nem sabe que tem
Inquieto por tanta gente que não se inquieta jamais
E pelos caminhos do mundo eu sigo inquieto, mas vou em paz 

Nenhum comentário: