sexta-feira, 22 de junho de 2012

Graça com a desgraça alheia

O assassinato do executivo Marcos Matsunaga é violento, chocante e estúpido.

Violento porque o homem não teve como se defender.

Chocante porque os métodos empregados pela assassina Elize Matsunaga são bárbaros.

Estúpido porque uma vida foi ceifada por interesses mesquinhos, dominados pelo ego de uma esposa.

E essas mesmas características são marcas do comportamento do espectador brasileiro.

Isso mesmo! O senso de humor da pior qualidade - potencializado pelas redes sociais - é violento, chocante e estúpido.

Violento porque não respeita a dor dos parentes do executivo assassinado de forma bárbara.

Chocante porque faz graça ridícula comparando o estado do corpo do executivo com personagem de novela ou com farofa para churrasco.

Estúpido porque consegue rir da desgraça do outro, com o qual não tem vínculo.

E se fosse um amigo próximo ou filho ou pai ou irmão, você faria graça com a sua desgraça?

Nenhum comentário: