quarta-feira, 6 de junho de 2012

Inquietudes (125) do Rei

No sistema partidário brasileiro, quando um candidato não tem mais sustentação num partido busca outro para se viabilizar, mesmo que tenha de abandonar uma sigla conservadora e se lançar por outra progressista, ou vice-versa. Assim, adversário na eleição passada se transforma em aliado na disputa atual. Ideologia, fidelidade partidária, compromisso com o eleitor, lealdade aos próprios princípios? Para a maioria, isso é coisa ultrapassada. E o pior, o eleitor não está preocupado. A maioria prefere a novela das oito.

Nenhum comentário: