terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Inquietudes (155) do Rei

Em períodos acirrados de discussão política (este é um ano pré-eleitoral) volta ao debate o conceito de esquerda e de direita. O tema é importante porque ajuda a caracterizar as ações e as defesas dos partidos. Um governo trabalhista difere de um governo liberal. Se não em tudo, pelo menos no trato às políticas sociais e às propostas de inclusão.

No entanto, para a maioria da população, não há diferença alguma entre os partidos e os políticos. Não é para menos. Há politico de esquerda que adora um big mac e é contra os movimentos sociais. Há político de direita que usa camiseta do Che e luta pelos movimentos sociais. O exemplo é caricato, mas serve para ilustrar a perda de identidade dos partidos e suas lutas.

Nenhum comentário: