quarta-feira, 6 de março de 2013

Liberdade doce

A liberdade de expressão é doce.
O conteúdo do que é expresso nem sempre
Muitos gritam exigindo respeito a suas ideias e crenças.
Desses, muitos não ouvem o grito dos outros.


Por ignorância.
Por má-fé.
Por conveniência.


Desqualificar as ideias do outro é um princípio de legitimidade.
Desqualificar o outro é sinal de autoritarismo.
A democracia pede diálogo e tolerância.


A internet é um território livre sem fronteiras nem porteiras.
A web tirou o cidadão comum do patamar de leitor.
E deu a ele o status de protagonista.
Nos comentários em publicações on-line, a voz do internauta é ouvida.
Nas redes sociais, ele pode ganhar a condição de celebridade.


Visibilidade.
Instantaneidade.
Interatividade.


A liberdade de expressão é doce.
O conteúdo do que é expresso nem sempre.

Nenhum comentário: