sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Inquietudes (176) do Rei

O julgamento da Ação Penal 470, o mensalão, recomeçou nesta semana com a apreciação dos recursos da defesa dos condenados. O ministro Joaquim Barbosa já se desentendeu com o ministro Ricardo Lewandowski, em um nível que não cabe ao presidente da Corte.

Os ministros do STF têm, neste momento, a oportunidade de rever possíveis erros cometidos no julgamento no ano passado. Afinal, os ministros - apesar de parecerem supremos - são apenas humanos. No entanto, rever esses erros é apontar o dedo justamente para Barbosa, relator do processo. 

Por isso, Barbosa precisa criar uma imagem de vítima, caso alguns ministros revejam seus votos e interfira no resultado final. Assim, ele pode sair por cima neste Fla X Flu de petistas e tucanos, no qual a verdade, a justiça e as provas são coadjuvantes do processo sucessório de 2014.

Nenhum comentário: