quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Rede de ridicularização

__Ah! mas é só uma brincadeira.
__Então faça essa brincadeira com a foto da sua mãe, da sua esposa, da sua filha e veja se elas gostam.

As redes sociais são pródigas em ridicularizar as pessoas, situações e os ridicularizadores vão dizer que é apenas uma brincadeira.

Não é.
A mulher da foto é ridicularizada três vezes por quem compartilha esse tipo de "brincadeira".
Primeiro, por ser mulher.
Segundo, por ser negra.

Terceiro, por ser gorda.
Não necessariamente nesta ordem.

E o pior, a imagem foi publicada no Facebook, na página da rádio "Jovem Pan Londrina".
Um veículo de comunicação que explora um serviço público - concessão de rádio - ridicularizando a mulher, o negro e o gordo.

Na esteira do preconceito, haverá muitos internautas reproduzindo a "brincadeira".
E assim, vão tirar o nome de Tiago e colocar outro nome e enviar para um amigo: o Bruno, o Eduardo, o Carlos. 


__Ah! mas é só pra sacanear o amigo, alguns vão argumentar.
Sacanear? 
Viu só como a imagem da mulher, negra e gorda é usada como objeto de ridicularização?

Até agora pouco, às 11h10, eram mais de 210 compartilhamentos e dezenas de curtidas e comentários.
Bem, os comentários é melhor não reproduzir o conteúdo para não dar vazão a mais preconceito. 

__Ah! mas é só uma brincadeira.
__Então faça essa brincadeira com a foto da sua mãe, da sua esposa, da sua filha e veja se elas gostam.

Nenhum comentário: