sexta-feira, 18 de julho de 2014

Inquietudes (216) do Rei

É impressionante a capacidade dos Estados Unidos de se meterem em conflitos bélicos. O presidente Obama acusa a Rússia de apoiar os separatistas da Ucrânia, com armamento pesado e treinamento militar.

A White House está em rota de colisão com o Kremlin, impondo sanções à Rússia. As relações entre Estados Unidos e Rússia, por conta do conflito com a Ucrânia, azedaram ainda mais com o ataque ao avião da Malaysia Airlines, derrubado ontem (dia 17). 

E não se trata de buscar a paz. Para mim, o Nobel de 2009 para Obama é um dos maiores erros da premiação. Se Obama busca a paz por que os Estados Unidos, para citar um exemplo atual, não têm a mesma disposição para conter o massacre de Israel aos palestinos em Gaza? 

Exatamente porque os Estados Unidos são parceiros tradicionais dos israelenses e sempre se colocam do lado contrário quando há árabes envolvidos. E mais: uma guerra faz bem à economia americana, cuja indústria bélica tem uma participação importante.

Nenhum comentário: