quinta-feira, 2 de julho de 2015

Detestável e repulsivo

O adesivo feito com a imagem da presidenta Dilma Rousseff, na qual ela aparece em uma montagem para "decorar" o tanque de combustível de veículos é detestável e repulsivo.

Detestável porque se trata de uma montagem grosseiramente machista, que joga qualquer debate político na lata de lixo. Lembremos que o machismo constrange, agride, violenta e até mata.

Repulsivo porque enoja qualquer pessoa de bom senso pelo mau gosto explícito e pela natureza abjeta da proposta: fuder a presidenta com uma bomba de combustível.

A montagem, além de ofender a honra da presidenta, ataca todas as mulheres, mesmo que as machistas digam o contrário e que o feminismo não as representa.

Às machistas, uma questão para reflexão: mulher boa é aquela que abre as pernas e que fica de quatro?  

A imagem da mulher, neste episódio, é subjugada, aviltada num exemplo clássico no qual o machista apela para questões sexuais para depreciar a interlocutora.

Muitos argumentam que o adesivo serve de protesto e que é a política do governo Dilma que deixa o cidadão de quatro.

Tal justificativa, além de tosca, revela a falta de capacidade dos adversários de manterem o debate no nível político.

Infelizmente esse viés é produzido e fomentado pela oposição, encabeçada pelo PSDB, que encontra eco em investigações policiais e judiciais seletivas, em consonância com parte de uma imprensa contaminada, que ajuda a infectar o leitor.

Este adesivo ao usar argumentos terceiros à política baixa o nível, apela e - o pior - propaga a violência contra a mulher.

Quem produziu tais adesivos, provavelmente, não aguentaria meia hora da tortura a que Dilma foi submetida pela ditadura militar e, com esse material, ajuda a torturar um pouco mais a presidenta.

Gente irresponsável, que flerta com o banditismo, sempre existiu. Gente preconceituosa sempre houve. Gente violenta há desde sempre. É que esse tipo não tinha rede social para manifestar o que tem de pior dentro de si.

2 comentários:

Alloyse Boberg disse...

Oi, Reinaldo.
Concordo com seu texto. E acrescento: que mania que as pessoas têm de discutir política sem argumentos, não? É pra refletir mesmo.
Abraços.

hugo kitanishi disse...

Sou da oposição de esquerda (Psol) ao governo petista, e da Dilma. Contudo, jamais me apoiaria em tal forma de protesto. Discurso vil, repugnante, machista e despolitizador. Tal "crítica" jamais me representaria. Pelo contrário, a prática é criminosa: incita a pornografia e o sexismo gratuito, e a misoginia. Deve ser denunciado e punido por autoridades competentes; e repudiado por aqueles e aquelas que acreditam num processo político e politizador verdadeiramente democrático, justo, e condizente com o sentido da palavra dignidade.