quarta-feira, 22 de julho de 2015

Inquietudes (266) do Rei

Delação premiada no olho do outro é refresco!
A delação premiada do juiz Sérgio Moro que foi usada para "provar" a culpa de aliados do governo Dilma, agora é vista com "cautela" pela oposição e seus combativos deputados e senadores. A delação da hora acerta o crânio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que nunca foi aliado de Dilma e sempre esteve de mãos dadas com a oposição. Por outro lado, governistas que viam com desconfiança a delação, agora estão em júbilo. Como se vê, não é o combate à corrupção que importa, tonto, mas o combate aos corruptos do outro.

Nenhum comentário: