segunda-feira, 27 de julho de 2015

Inquietudes (267) do Rei

Muitos municípios e estados estão retirando do Plano de Educação o direito à identidade de gênero. O tema é importante e a discussão é necessária, assim como a formação dos trabalhadores da educação para tratar o assunto com naturalidade, serenidade e respeito, mas...

Duvido que a maioria esteja preparada para lidar com a identidade de gênero. Imagine o estrago que pode ser feito por um professor (ou professora) conservador; fundamentalista religioso e frustrado sexualmente!  Enfim... o que é pior: não abordar o tema ou abordar com preconceito e discriminação?

Nenhum comentário: