quinta-feira, 16 de julho de 2015

Quem é de merda mesmo?

Charge: Tiago Recchia

A atriz Thaila Ayala (quem mesmo?) está causando por causa de uma declaração que fez. Ao retornar dos Estados Unidos com um computador não declarado, foi multada pela Receita Federal. Ela diz que pagou duas vezes pelo produto. Em uma rede social, a atriz desabafou.

“Parabéns Brasil. Parabéns você que mora nesse país de merda, é parada na Receita Federal e tem que pagar pela segunda vez seu computador! Você chega já desesperada para ir embora porque é um país de muita injustiça! Simplesmente somos assaltados diariamente!” 

Sonegação é crime e o sonegador pode pegar de seis meses a dois anos de cadeia e ainda pagar multa que pode chegar a cinco vezes o valor devido. As regras estão disciplinas na Lei 4.729, de 1965.

Mas criminoso  é sempre o outro, não é mesmo? Há quem defenda, inclusive, o ato de sonegar, argumentando que a ação é legítima defesa contra um governo que rouba o cidadão. Duvida? 

"Como alguém pode culpar um empresário por mandar ilegalmente dinheiro para fora do país na tentativa de fugir dos planos mirabolantes dos governos?" A defesa é do economista Rodrigo Constantino. Ele mesmo, o colunista da Veja. 

O artigo completo de Constantino pode ser lido na página de um tal Instituto Ludwig Von Mises Brasil, cujo lema é "propriedade, liberdade e paz". Conhecemos bem o estrago que estas três coisas podem fazer ao trabalhador, quando associadas à ausência do estado e ao lucro a qualquer preço.

Não é à toa que as investigações da Operação Zelotes não encontram eco na sociedade e é invisível aos olhos midiáticos dos grandes veículos de comunicação. A operação da Polícia Federal não tem o mesmo apelo que a Lava Jato. 

Enquanto a Lava Jato não sai da imprensa a Zelotes não sai na imprensa. A primeira investiga a corrupção política e a segunda a sonegação empresarial. E o mais triste é que os valores da sonegação superam os valores da corrupção.

Helena Sthephanowitz, da Rede Brasil Atual, afirma que "segundo a PF, a investigação já constatou R$ 5,7 bilhões de impostos sonegados neste esquema, mas os valores suspeitos, ainda em investigação, alcançam a estimativa de R$ 19 bilhões. É um valor muito superior aos desvios na Petrobras estimados pelo Ministério Público Federal na Operação Lava Jato." 

Quem é investigado na Operação Zelotes? Mandados foram cumpridos em empresas como os bancos Bradesco, Safra, Pactual, Bank Bosto, Santander, as montadoras Ford e Mitsubishi e a BR Foods, do setor de alimentação. O esquema de fraude envolve gigantes de vários segmentos.

Por que em um país cuja cultura é de sonegação, tanto por empresários quanto por cidadãos comuns (compra de recibo médico para declarar do imposto de renda é ilegal), apenas político e partido não prestam? Marcelo Justo, em reportagem para o portal Carta Maior, escreveu que a "sonegação dos ricos é 25 vezes maior que corrupção nos países em desenvolvimento"

É por isso que toda vez que leio ou ouço alguém dizer que o Brasil é um país de merda eu me pergunto. Um país de merda é feito de que tipo de gente mesmo?

Nenhum comentário: