quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Inquietudes (273) do Rei


Me inquieta o reducionismo daqueles que comparam objetos incomparáveis; descontextualizam fatos, acontecimentos e ignoram a história. Resposta minha - um descendente de imigrantes italianos pobres que foram explorados no início do século passado - à publicação (acima) da página no Facebook de um tal Anarcomiguxos III.

Os italianos pobres, como meus bisavós - mesmo explorados - estavam em uma condição ainda melhor do que a dos negros. Os italianos pobres foram incentivados a virem ao Brasil. Não vieram laçados nem amarrados. Não foram açoitados pelos capitães do mato. Os negros foram escravizados e quando acabou a escravidão não tiveram acesso à terra como tiveram os italianos. Mesmo pobre, meu avô conseguiu comprar um lote. Quantos negros, ex-escravos, tiveram a mesma oportunidade? Não se trata de uma visão de esquerdista. Trata-se de conhecer minimamente a história. O resto é interpretação e preconceito.

Nenhum comentário: