domingo, 6 de dezembro de 2015

Inquietudes (290) do Rei

Vamos combinar? Crise econômica e incompetência política de Dilma não são motivos para o impeachment. Conforme juristas renomados do país, como Dalmo Dallari, não há fundamento jurídico para a cassação do mandato de Dilma.

Portanto, defender um pedido aceito por Eduardo Cunha, atolado na Lava Jato e bancado pelos oportunistas PSDB, DEM e PPS, é golpe. Aécio Neves atacou Eduardo Cunha quando explodiram as acusações contra o presidente da Casa. Agora, Aécio e o PSDB abraçam Cunha na eterna tentativa de tirar Dilma do Planalto por não aceitarem os resultados das urnas em 2014.

Você que diz defender a legalidade e a democracia não pode compactuar com isso. O seu ódio à Dilma e ao PT não são motivos para impeachment, por mais que você queira. Fora da legalidade, o afastamento de Dilma é golpe. E quem apoia golpe é golpista. Simples assim.

Nenhum comentário: