quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Não somos supersticiosos, mas


Não acreditamos em simpatias ou crendices tolas, nem mandingas ou receitas para conquistar ou reconquistar amor, bens materiais, harmonia familiar, ter sorte boa, ganhar bastante dinheiro, mas.

A bermuda, a saia, a cueca, a camisa, a camiseta o vestido – tudo branco – para recepcionar 2016 é para trazer paz e harmonia em todos os ambientes familiar, trabalho, amizades...

Alguns usam um detalhe vermelho para conquistar amor; outros, amarelo para atrair dinheiro; outros, verde para ter saúde...

Na última ceia do ano, não comemos ave alguma; é que elas ciscam para trás e atraem má sorte.

O prato principal vai ser pernil, afinal seu dono fuça para frente; quem não gosta de porco vai de peixe. 

As lentilhas... ai as lentinhas; há décadas são feitas e sobra quase tudo para o dia seguinte.

Entre as frutas não podem faltar romãs; sete sementinhas chupadas e uma vai para a carteira atrair mais dinheiro.

Se estivéssemos na praia, pularíamos as primeiras ondas para receber 2016.

Não acreditamos em simpatias ou crendices tolas, nem mandingas ou receitas para conquistar ou reconquistar amor, bens materiais, harmonia familiar, ter sorte boa, ganhar bastante dinheiro, mas.

Nenhum comentário: