sábado, 20 de fevereiro de 2016

Tratamento bizarro



A amante de Lula era da esfera pública.
A amante de FHC era da esfera privada e, para muitos, continua sendo.

A filha de Lula e o pedido de aborto são da esfera pública.
O filho de FHC e o pedido de aborto são da esfera privada.

Os negócios de Lula na Petrobras são da esfera pública.
Os negócios de FHC com a Brasif são da esfera privada.

As palestras de Lula pelo mundo são esfera pública.
As palestras de FHC pelo mundo são da esfera privada.

Os crimes de Lula devem ser investigados
Os crimes de FHC não vêm ao caso.

O tratamento bizarramente desigual a Lula e FHC de vários setores da sociedade brasileira prova a indignação seletiva e o falso moralismo.
Lula é ladrão; FHC é estadista.

O que explica tal comportamento da elite brasileira, reproduzido por parte da classe média e pelos pobres?
Criminalizam Lula por um triplex que ele não comprou e se calam quando FCH admite que deu um apartamento de 200 mil euros, na Espanha, para o filho que foi reconhecido como filho, cujo DNA revelou não ser filo, e que a mãe jura ser filho?

Lula veio do sertão; operário; sindicalista.
FHC veio da aristocracia paulista; sociólogo; escritor.

Na origem do ódio a Lula e do amor por conveniência a FCH (a elite ama por interesse) está a luta de classes.
O mundo não é feito para todos.
Pobres devem continuar onde estão.

O 1% quer não somente dinheiro, mas o poder que ele compra.
Não basta ser rico; tem de ostentar.

A luta de classes continua viva.
De que lado você está?

Crédito da foto: Reprodução (lula_fhc_ricardostuckert). 

2 comentários:

silvio fontana disse...

Estou do lado do público.
FHC... vai pra privada. Eu mesmo dou descarga.

silvio fontana disse...

Eu estou do lado do "Público".
FHC... direto pra privada. Eu mesmo dou a descarga.