quinta-feira, 10 de março de 2016

Encontro marcado com o Brasil

No próximo domingo, dia 13 de março, eu tenho um encontro marcado com o Brasil.
Vou para as ruas lutar por um país melhor, livre da corrupção.
Fora tudo isso que está aí!

Vou protestar contra a corrupção, por mais serviços públicos, mas sonego impostos.
Vou protestar contra a corrupção, por mais serviços públicos, mas sou contra o programa Mais Médicos.
Vou protestar contra a corrupção, por mais escola para as nossas crianças, mas sou contra as cotas públicas, o Fies e o Prouni.

Vou protestar porque todos os corruptos têm de ser presos, mas bato panela apenas contra Dilma e o PT.
Vou protestar contra Lula que recebeu dinheiro das empreiteiras investigadas na Lava Jato, mas não protesto contra FHC que também recebeu das mesmas empresas.

Vou protestar por uma justiça forte, mas não protesto quando ela gera insegurança jurídica:  condenação sem provas; prisão preventiva para forçar delações; vazamento de informações em processos sigilosos e condução coercitiva ilegal.
Vou protestar pela informação livre, pela liberdade de expressão ampla e irrestrita, mas não protesto quando a mídia tradicional potencializa acusações contra o governo e esconde o mesmo tipo de informação de políticos da oposição, em um noticiário desequilibrado.

Vou protestar contra o Partido dos Trabalhadores, mas não protesto contra o roubo da merenda escolar no governo tucano de Alckmin, em São Paulo.
Vou protestar contra Dilma, mas não protesto contra a corrupção na Receita Estadual que envolve o tucano Richa, no Paraná.

Vou protestar contra Dilma que causou a maior crise econômica da história deste país, mas apoio Eduardo Cunha, presidente da Câmara, para aprovar suas pautas-bombas.
Vou protestar contra o governo da presidenta Dilma porque eu sou apartidário, mas voto no Moro para presidente, em 2018.

Vou protestar por um país melhor porque cada um tem de fazer a sua parte!

Nenhum comentário: