domingo, 17 de abril de 2016

Incompetência e sabotagem

É incompetente a presidenta Dilma Rousseff, neste atual mandato? Não esqueçamos que ela foi bem avaliada no primeiro. Dilma é incompetente ou seu governo foi paralisado por um candidato derrotado (o tucano Aécio Neves) que não aceitou o resultado das urnas e trava o governo desde então? 

Como disse o jornalista Paulo Nogueira, em artigo no DCM"Dilma sequer teve a chance de ser uma má governanta. Nem saíra o resultado da eleição e ela começou a ser sabotada brutalmente." 

Essa mesma sabotagem também pode ser creditada na conta de uma dos piores legislaturas do Congresso Nacional da história do Brasil, na qual muitos deputados e senadores são réus no STF ou respondem a ações na justiça?

A ficha corrida do presidente da Casa, Eduardo Cunha, dispensa apresentação, assim como seu modus operandi, baseado em pauta-bombas e na criação de obstáculos na Comissão de Ética que avalia o pedido da cassação do seu mandato.

Essa mesma sabotagem pode ser creditada na conta de uma imprensa partidarizada à direita, com histórico golpista contra governos trabalhistas?  

Essa mesma sabotagem pode ser creditada na conta da Lava Jato que, seletivamente, aliada à imprensa partidarizada, forneceu munição apenas contra o governo, o PT e os partidos aliados?

Sim para todas as perguntas.

Então, a incompetência de Dilma tem de ser diluída na irresponsabilidade da oposição, na seletividade da Lava Jato, na partidarização da mídia tradicional e no congresso que quer o impeachment para se livrar das investigações em um eventual governo Temer, tendo Eduardo Cunha, como vice.

Nenhum comentário: