quinta-feira, 5 de maio de 2016

Sobre justiça

Condenar um acusado sem provas é violar o estado democrático de direito. 

Quando a sociedade avaliza a violação ao estado democrático de direito, qualquer um pode ser a vítima. 

Preferencialmente, a vítima do estado democrático de direito violado é sempre a parte mais fraca. 

Os violadores do estado democrático de direito andam de mãos dadas com os plutocratas de sempre que protegem a elite de sempre. 

Um judiciário parcial é tão danoso ou pior que a corrupção.

Um juiz não pode ceder às pressões de grupos econômicos, políticos, da mídia e da opinião publicada.

Combinar operações da PF e da Justiça com agenda política é partidarização do processo judicial.

A politização do MPF, juntamente com a seletividade do judiciário, revela uma democracia brasileira extremamente frágil.

A justiça tardia é tão danosa quanto a não-justiça e a injustiça.

Nenhum comentário: