quarta-feira, 29 de junho de 2016

Ai... esse tipo de gente!


A dona Simone demitiu a faxineira da casa, a Cleide, porque ela é mãe solteira. Pelo WhatsApp, a dona Simone comunicou a decisão.

__ Eu não quero uma mãe solteira na minha casa, meus filhos podem aprender algo de errado, seria uma falta de respeito com o meu marido. Não posso ter este tipo de gente aqui.

Essa história não é fictícia e foi contada pelo jornal Estadão.

Qual o medo da dona Simone? Que os filhos aprendam algo de errado? Isso eles já aprenderam com a própria mãe. Aprenderam a discriminar, a segregar quem eles não consideram à altura de si mesmos. Eles aprenderam a ser pessoas ruins.

Qual o medo da dona Simone? Que o marido dê em cima de uma mulher solteira que faz faxina em sua casa? O problema não é o estado civil da faxineira. O problema deve estar no marido para que a esposa não confie nele.

Esse tipo de gente – como a dona Simone – é um dos piores que existem porque se acha melhor que uma mãe solteira.

Esse tipo de gente – como a dona Simone – é um dos piores que existem porque discrimina por causa da condição social.

Esse tipo de gente – como a dona Simone – é um dos piores que existem porque discrimina por causa da cor da pele.

Esse tipo de gente – como a dona Simone – é um dos piores que existem porque discrimina por causa da orientação sexual.

Esse tipo de gente – como a dona Simone – é um dos piores que existem porque discrimina em nome dos valores morais, seja lá o que isso signifique.

Esse tipo de gente – como a dona Simone – é um dos piores que existem. 

Pode não parecer, mas para a Cleide, a faxineira mãe solteira, é melhor não fazer limpeza na casa da dona Simone. É melhor ficar longe desse tipo de gente.

2 comentários:

Regina Melchior disse...

Muito bom, Rei! Melhor não se misturar com essa gentalha!

Unknown disse...

boa!