quarta-feira, 27 de julho de 2016

As ilegitimidades de um ilegítimo

Charge: Nani.

- Fim do programa Ciência sem Fronteiras.
- Cobrança de mensalidade em universidade públicas, com apoio do Ministério da Educação.
- Limites de investimento em saúde e educação, acabando com a obrigatoriedade constitucional de gasto mínimo nos dois setores.
- Cobrança de mensalidade na saúde pública, com um plano popular.
- Privatização da Petrobrás.
- Fim do aumento real para o salário mínimo.
- Revisão da CLT para flexibilização das leis trabalhistas.

Essas são algumas medidas implantadas, em implantação ou em estudo pelo governo do presidente ilegítimo, Michel Temer.

Para romper com o PT, Temer traiu Dilma e o PMDB elaborou o “Ponte para o Futuro” que serviu para atrair a oposição e agradar o mercado.


Esse plano de governo, portanto, não foi objeto de debate eleitoral nem disputou votos e sua implantação só se concretiza com a tomada do poder.

Assim, Temer - vice legítimo - torna-se presidente ao usurpar a cadeira da Presidência. Entendeu o porquê de Temer ser um presidente ilegítimo?

Nenhum comentário: