segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Inquietudes (333) do Rei

Dilma errou ao fazer aliança com Temer e o PMDB. Dilma errou ao escolher um nome da direita para tocar a economia. Dilma errou ao fazer um ajuste para agradar o mercado, o que aprofundou a crise. Dilma errou ao manter nomes acusados de corrupção no governo. E nada disso é motivo para o impeachment, ao mesmo tempo em que tudo é pretexto.

Seu afastamento é fruto da traição de Temer com o oportunismo chantagista do PMDB, em aliança com Aécio e outros tucanos; com Eduardo Cunha, que apostou nas pautas-bomba; com a oposição enlameada na Lava Jato que quer estancar a sangria; com a cumplicidade do STF; com a partidarização da mídia tradicional e a voracidade do mercado, que se lixa para o país. Adeus, querida. Volte logo, democracia!

Nenhum comentário: